segunda-feira, 7 de julho de 2008

Sou noturna...


Não adianta, funciono melhor à noite. E antes que os espertinhos de plantão façam piadinhas sem graça, explico: sou noturna. Apesar de ter me adaptado ao corre-corre do dia e ao soninho da noite, é na companhia das estrelas que tudo flui para mim. Sensações, sabores e desejos ficam ainda mais salientes quando a noite chega.
Percebo isso sempre nas férias e, ainda mais, agora que a cirurgia me forçou a parar. Gosto das quatro fases da lua, das noites estreladas, das chuvosas, das noites quentes ou daquelas gélidas no inverno rigoroso do meu Rio Grande...
Quando morei sozinha em Lajeado, no quarto e último andar de um prédio, costumava dormir na sacada do apê. Aproveitava que não existiam prédios altos nas proximidades e carregava meu colchão para o relento. Após contemplar as estrelas, dormia tão bem que o dia seguinte tinha sempre um sabor mais "chocolate com morangos"(o meu favorito).
Já é madrugada do dia 8 (faltam dois dias para a minha primeira cirurgia) e estou aqui sem sono, querendo ler, escrever e navegar na internet ao mesmo tempo. Lá fora, a lua está escondida nas nuvens...
Achei a imagem acima num site qualquer e não resisti em dividí-la com quem se aventurar neste blog. Estou louca para a chegada da lua cheia... serão os primeiros dias pós-cirurgia, mas não tem problema...sentarei na janela da sala de casa só para observá-la, como faço há anos.

Um comentário:

Rosangela disse...

A noite foi feita pra dormir mulher! HAHAHAHAHAHA
Bjs
Rô Monteiro