segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

E o injustiçado da noite foi: Michael C. Hall !

A prévia do Oscar ocorreu na noite de ontem, durante o 66º Globo de Ouro. Tudo sobre a premiação dos melhores do cinema e da televisão você pode conferir clicando aqui e aqui. Eu, como seriadomaníaca, me interessei mais pelas premiações relativas aos seriados norte-americanos. Nenhum dos meus favoritos (será que estou tão errada assim?) acabou levando o globinho para casa. O perfeito David Duchovny e sua Californication ficaram com as mãos abanando nas categorias melhor ator em comédia e melhor série de comédia. Considero Californication muito mais interessante que 30 Rock, apesar de gostar da atuação de Alec Baldwin na série sobre os bastidores de um programa de televisão.
Agora, sinceramente, estou indignada com os eleitos nas categorias melhor série dramática e melhor ator em série dramática. Dexter e o seu ator principal, o talentoso Michael C. Hall (foto acima), foram novamente esquecidos na estante. Mad Men, vencedora como melhor série, é - digamos - boazinha. Mas lenta demais, sem tesão algum. E Gabriel Byrne, vencedor como ator por In Treatment, tem talento já provado no cinema.
Porém, não sei o que os jornalistas estrangeiros que escolhem os melhores têm contra Michael C. Hall. Será que Dexter é deixada de lado por tratar de um tema tão assustador (o serial killer que só mata "serial killers"), mas tão presente nos noticiários de alguns países?
Michael C. Hall, que já tinha atuado com perfeição no seriado A Sete Palmos, encarna com tanta perfeição um Dexter complexo, cheio de dúvidas, medos e contradições, que chega a ser impossível separar ator e personagem.
Ele foi, na minha modesta opinião, o injustiçado na noite de premiações.

3 comentários:

Lis disse...

Aline, tu viu que ele casou em segredo com a atriz que é a irmã dele no seriado?

Outra coisa: domingo estreia True Blood, ouvi dizer que é bem legal. Já viu?

Aline C. disse...

Oie Lis! Eles casaram no final de dezembro, sem que ninguém soubesse...nem os paparazzi (hehehe).
Agora, sobre True Blood, eu sou suspeita para falar pq adoro tudo que tenha histórias vampirescas no meio...hehe
Já vi os primeiros 12 episódios e a-do-rei. Espero que tu gostes também :)

Karin disse...

Lembra que a gente não lembrava (até rima) dela (mulher/irmão do dexter) em nenhum filme anterior ??
Só no "O Exorcismo de Emily Rose"? Pois é, hj eu viu a chamada para um filme novo com ela, sabe qual o genero (caiu o acento desse tb?rs)? Terrror de novo AHAHAHAHAHAhAHA again AHAHAHAHAHAHAHA

Deve ser foda pro autor quando ele só é chamado pra fazer esse tipo de papel! Ai ai..fui
Gudinaiti!