terça-feira, 19 de agosto de 2008

O céu e o inferno...


Os jogos olímpicos de Pequim ainda não terminaram, mas duas imagens já me marcaram muito: o choro de êxtase do nadador brasileiro César Cielo e a expressão de tristeza do ex-melhor do mundo Ronaldinho Gaúcho.
Cielo me fez chorar ao ver sua alegria contagiante após o ouro suado nos 50m. Para conquistar o lugar mais alto no pódio, ele, que até então era pouco conhecido da massa, abdicou de praticamente tudo que um jovem de 21 anos faz nesta fase da vida. Festas e namoros foram esquecidos. No último ano, seu foco estava totalmente voltado à Olimpíada. E deu certo! Cielo chegou ao céu!!!
No outro extremo, Ronaldinho foi aos jogos como um dos maiores ídolos, apesar de estar mais gordo e menos artista da bola nos últimos meses. Ex-bola de ouro e ex-campeão mundial, ele era uma das maiores esperanças do Brasil para ganhar o primeiro ouro do futebol masculino. Era...
Esqueceram, apenas, de dizer a ele a aos outros integrantes da Seleção que futebol não é só pagode e firulas. Tem que ter garra, brio e humildade. Considerado o "patrão" do grupo, por ser o mais velho e liderar a equipe dentro e fora do campo, Ronaldinho deveria ter encarado a verdade: estava fora de forma e sem condições de ficar 90 minutos em qualquer jogo.
Contra a Argentina, se que o técnico Dunga foi covarde e burro em não tirá-lo, ele mesmo deveria ter batido no peito no intervalo e dado a chance para que outros pudessem tentar desenterrar o que parecia já estar a sete palmos.
Não deu. Tomamos três a zero, e fomos eliminados. Nos acovardamos na defesa, vimos um futebol de luxo dos hermanos e a medalha de ouro escorrer pelas mãos. Restaram apenas as expressões. Na hora em que o "patrão" deveria ter assumido sua parte no fiasco, desapareceu com o seu pandeiro (o de verdade).
Após um abraço apertado no argentino Messi, Ronaldinho saiu de campo cabisbaixo. Vergonha, indiferença ou desgosto? O certo é que ele foi ao inferno.
P.S.: O pé já pode sentir o chão, mas ainda não posso me apoiar nele. Gelo diário para conter as dores. Estou melhorando...

Um comentário:

Cynthia disse...

Acabei de voltar do refeitório e tinha bife com ovo. Lembrei de ti :)